A abertura de uma empresa em Criciúma é o sonho de muita gente. Afinal de contas, a cidade é um polo regional e que oferece enormes oportunidades para quem deseja ser dono do seu próprio negócio.

E para garantir que tudo aconteça da forma mais correta possível, alguns passos precisam ser seguidos. Isso evita dores de cabeça futuras e permite que seu sonho não se transforme em um grande pesadelo.

Para te ajudar nesse processo, nós da Grantime Contabilidade preparamos este artigo para você. Confira agora mesmo!

Passos para a abertura de empresa

O primeiro passo para quem deseja abrir uma empresa em Criciúma é definir qual será o tipo de atividade que será desempenhada. Conforme for seu ramo, ela pode ser enquadrada como:

  • Prestador de serviço
  • Industrial
  • Comercial

Feito isso, é preciso verificar qual será a natureza jurídica da sua empresa. Ela pode variar conforme o tamanho do seu negócio, sua atividade e faturamento. Elas são divididas em:

MEI: o MEI, ou microempreendedor individual é indicado para profissionais autônomos ou microempresários que querem legalizar suas atividades. Por meio dele, é possível que o empresário possa ter um funcionário registrado e ter receita bruta anual de até R$ 81 mil. 

Empresário Individual: se assemelha ao MEI, mas permite faturamento anual máximo de até a R$ 360 mil, sendo considerado ME (Microempresa) ou até 4,8 milhões sendo EPP (Empresa de Pequeno Porte), caso se enquadre no regime do Simples Nacional. Caso se enquadre como Lucro Presumido, o limite sobe para R$ 78 milhões.

Sociedade Limitada: este modelo é indicado para situações onde você terá um ou mais sócios e serão exploradas atividades de produção ou circulação de bens ou serviços. 

Sociedade Simples: este modelo é o escolhido se você for explorar atividades de prestação de serviços ou uma cooperativa. Neste modelo, os sócios não exercem atividades ligadas ao comércio, mas sim de forma intelectual, como advogados, contadores, entre outros.

Sociedade Unipessoal: O empresário pode abrir seu próprio negócio sem precisar de um sócio. E não precisa de um capital mínimo de 100 vezes o salário mínimo, como acontece na EIRELI.

EIRELI: também conhecida como Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, ela é formada por apenas uma pessoa, mas é diferente do modelo de MEI ou Empresário Individual. Neste caso, o capital é único do titular e deve ser superior a 100 salários mínimos.

Sociedade Anônima: a SA, ou Sociedade Anônima, se difere pelo número de sócios, que deixa de ter limitação. Neste caso, uma empresa SA pode ser de capital aberto, ou seja, qualquer pessoa pode comprar ações da empresa quando estas estiverem à venda no mercado financeiro, como nas bolsas de valores. 

Qual a documentação necessária

Entre a documentação necessária para a abertura de empresa em Criciúma está o contrato social. Ele é o documento no qual constarão os dados dos sócios, endereço, nome da empresa, endereço da empresa, capital social de cada sócio, e quais as atividades da empresa. 

Além disso, é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Cópia simples do RG e CPF ou CNH do empresário e sócio (se houver);
  • Cópia simples certidão de casamento (se houver);
  • Cópia simples comprovante de endereço residencial do empresário;
  • Cópia simples do comprovante de endereço do local onde será a empresa;
  • Número da Inscrição Imobiliária (IPTU) do endereço da empresa,

É necessário providenciar ainda o certificado e-CPF modelo A1 do(s) sócio(s). Ele é o certificado digital que identifica a pessoa física no mundo digital, como se fosse uma espécie de assinatura digital. 

Antes de tudo, porém, é necessário verificar a viabilidade da empresa na Junta Comercial do Estado de Santa Catarina. Nesta etapa serão verificadas as informações da empresa e após deferido, o contrato social deve ser assinado com certificado digital.

Após o contrato assinado e homologado na Junta Comercial, a empresa passa a existir e é emitido o CNPJ. Um ponto importante é verificar antes se o nome escolhido para sua empresa está disponível.

Na Prefeitura de Criciúma você deverá dar entrada ao pedido de alvará de localização e funcionamento. Ele é o documento que permite que você possa desenvolver suas atividades em determinada região da cidade. 

Porém, antes de qualquer investimento, faça a Análise Prévia da Viabilidade de Localização. Ela deve ser feita na Prefeitura e tem a função de verificar se a empresa pode ou não utilizar determinado imóvel para suas atividades, já que há proibições de acordo com a Zona Urbana, de acordo com o Plano Diretor do município. 

Licenças necessárias

Além dos documentos listados, você precisará de licenças, que podem variar dependendo de qual ramo de atividade da empresa. Serão necessárias licenças e inscrições nos órgãos de regulação, que podem ser municipais, estaduais ou federais. 

As licenças mais comuns são:

  • Licença ambiental
  • Licença sanitária
  • Vistoria dos Bombeiros

Abrir empresa em Criciúma

Apesar de toda a burocracia envolvida, ela é necessária para garantir que você possa executar suas atividades de forma legal. Outra dica valiosa antes de abrir empresa em Criciúma é contar com o apoio de um parceiro como a Grantime Contabilidade.

Nossos contadores podem cuidar de todo o processo, além de mantê-lo informado sobre tudo o que está ocorrendo ao longo do trâmite de abertura de empresa. Assim você pode dedicar sua atenção ao seu novo negócio, enquanto nossa equipe cuida da parte burocrática.

E então, agora que você já sabe como abrir empresa em Criciúma, que tal realizar esse desejo? Entre em contato com a Grantime Contabilidade e torne esse sonho uma realidade. Estamos te esperando!