O planejamento tributário é uma área de vital importância para empresas que querem se tornar mais competitivas no mercado. Porém, é comum empresários não darem a devida atenção ao tema, o que faz a grande maioria perder dinheiro.

Com uma legislação tributária tão complexa no Brasil, muitas empresas acabam pagando impostos além do necessário devido a falta de conhecimento ou do apoio de algum especialista na área. De modo geral, cada área tem suas regras e saber tirar o máximo proveito de cada uma delas pode ser um diferencial competitivo para sua empresa.

Se quer saber mais sobre planejamento tributário, e qual a importância para seu negócio, confira o artigo que preparamos especialmente para você!

O que é planejamento tributário?

Toda a gestão de pagamento de tributos de uma empresa, bem como estudos de como reduzir legalmente os impostos pagos, é conhecida como planejamento tributário. Assim como outros setores da empresa precisam ter uma gestão eficiente para evitar erros — como o estoque, por exemplo — o setor tributário também requer atenção e precisa ser gerenciado de forma organizada.

Pela sua complexidade, o planejamento tributário pode ser dividido em duas categorias:

Operacional

O planejamento tributário operacional é o básico, e se enquadram nele os procedimentos feitos pela sua empresa para cumprir as exigências legais. Ou seja, realizar o pagamentos dos impostos devidos dentro do prazo, fazer a correta escrituração das operações, entre outras ações que são feitas rotineiramente na sua empresa.

Estratégico

Já o planejamento estratégico da área tributária é quando ações e estudos são feitos com o objetivo de reduzir sua carga de impostos pagos. Neste ponto, entra o estudo para verificar qual o melhor regime tributário que sua empresa pode se enquadrar, além do conhecimento de outras particularidades, que variam em cada ramo de atividade, e se aproveitar disso.

Como fazer um planejamento eficiente?

O principal objetivo do planejamento tributário é reduzir as despesas com impostos da sua empresa, procurando atuar sempre dentro da legalidade. Além disso, é procurar reduzir também os valores que incidem sobre seu negócio, na chamada elisão fiscal. Com isso, é possível ter uma empresa mais competitiva no mercado ao oferecer produtos ou serviços mais baratos aos clientes.

Para reduzir a carga tributária, é possível adotar procedimentos que impedem a ocorrência do chamado fato gerador do tributo. Um exemplo bem comum é aproveitar regras de redução ou isenção de impostos que seu município oferece. Outro exemplo é abrir mão do pró-labore, evitando pagar o imposto de renda e o INSS que incidem sobre ele, ficando o empreendedor apenas com a retirada dos lucros.

Um planejamento tributário eficiente também faz uma análise criteriosa de cada imposto pago e de suas regras, procurando formas legais de reduzir as taxas. Um dos exemplos é reduzir a contribuição do SAT (Seguro de Acidentes de Trabalho), diminuindo o FAP (Fator Acidentário de Prevenção), ou mesmo aproveitando políticas de incentivo que permitam a redução das alíquotas de impostos pagos.

Outra forma de reduzir os tributos pagos é utilizar formas de postergar o pagamento dos tributos sem a incidência de multas. Isso permite que você possa adequar seu capital de giro e precisa de mais prazo para ter fôlego nas finanças da empresa.

A legalidade em primeiro lugar

Por várias vezes listamos o planejamento tributário ligado diretamente à redução e recuperação dos impostos pagos, e é isso mesmo. Porém, antes de se pensar em reduzir os tributos, é necessário estar atento à legalidade, já que infringir qualquer regra pode trazer sérias consequências para a empresa. 

É preciso ter ciência de que o risco de infringir as leis não vale a pena e as penalidades e multas podem superar em muito os valores que deixariam de ser pagos em impostos. E como a linha que separa as elisões fiscais e a sonegação são bastante tênues, é de fundamental importância estar bastante atento à legislação e contar com o auxílio de especialistas sempre que tomar qualquer decisão.

Conte com especialistas

Como você acompanhou ao longo do nosso texto, o planejamento tributário vai além de apenas cumprir com as obrigações fiscais em dia, anotar receitas e despesas em planilhas, e seguir a lei. Ela envolve conhecimento, análise, estudo das leis tributárias, e tudo o que mais envolve seu negócio.

Diante de toda a complexidade do tema, o ideal é contar sempre com o apoio de especialistas na área contábil para que você tenha o melhor planejamento tributário, sem infringir qualquer lei. Aqui na Grantime Contabilidade contamos com um time de especialistas que pode ajudar sua empresa no planejamento, recuperação e análise tributária.

Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas e veja que o planejamento tributário da sua empresa pode fazer você crescer muito mais rapidamente. Estamos te esperando!