Na gestão financeira de uma empresa, às vezes surge confusão quando se trabalha entre contas a pagar x contas a receber. Os dois tipos de contas são muito semelhantes na forma como são registrados, mas é importante diferenciar entre contas a pagar e contas a receber, porque uma delas é uma conta de ativo e a outra é uma conta de passivo. 

Misturar os dois pode resultar em falta de equilíbrio em sua equação contábil, que afeta suas demonstrações financeiras básicas. É importante observar a importância de equilibrar seus ativos e passivos e patrimônio líquido na contabilidade. O significado do saldo pode ser explicado pela equação contábil básica: Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido. Pode-se também reorganizar a equação para melhor atender às suas preferências.

Para que você compreenda melhor as diferenças entre contas a pagar e contas a receber, preparamos este artigo. Confira!

O que são contas a pagar?

Vamos começar com uma breve atualização sobre os conceitos básicos de contas a pagar e receber. Como uma visão geral ampla, contas a pagar são obrigações de uma empresa de reembolsar um determinado valor a outra parte. 

As contas a pagar são quase sempre um passivo atual que deve ser pago dentro de um determinado período. Dívidas mais longas são consideradas dívidas de longo prazo ou outro tipo de obrigação que fica fora das contas a pagar tradicionais.

As categorias são usadas para organizar as contas a pagar, incluindo notas a pagar, salários a pagar, juros a pagar e títulos a pagar que mostram o quanto é devido a diferentes destinatários. Por exemplo, contas a pagar é dinheiro devido a fornecedores, enquanto salários a pagar é dinheiro devido a funcionários pelo trabalho que realizaram para a empresa. 

Resumir o total dessas categorias ajuda as empresas a determinar seu bem-estar financeiro. Quando os ativos de curto prazo excedem os passivos de curto prazo, é uma indicação de saúde financeira.

O que é contas a receber?

Agora, estamos prontos para explorar contas a receber x contas a pagar, o outro lado do espectro financeiro. Então, o que é contas a receber? O dinheiro devido a uma organização é chamado de contas a receber, que é o saldo de dinheiro ganho que os compradores ainda não pagaram. 

As contas a receber são baseadas nos termos dos acordos ou contratos da empresa com os compradores. Alguns são pagos mediante entrega ou recebimento. Outros compradores podem ter 30 dias ou mais para pagar as contas pendentes.

Para a maioria das empresas, as contas a receber são de curto prazo. Quando os compradores compram “por conta”, eles não precisam pagar no momento da compra e normalmente recebem faturas que oferecem um desconto nominal para pagamento em 30 dias. A maioria das empresas adiciona taxas de juros após 60 a 90 dias. 

Algumas organizações também penalizam os clientes que pagam atrasados, com juros extras. Taxas e multas são impostas para incentivar os clientes a pagar dentro do prazo. E os clientes que pagam antecipadamente economizam dinheiro ganhando pequenos descontos.

Um fator único para contas a receber e a pagar é que as empresas geralmente precisam fazer uma estimativa de qual porcentagem dos valores a eles não será recuperada, o que é chamado de inadimplência. Para algumas empresas, as dívidas incobráveis ​​podem atingir 1% a 5% das vendas realizadas. A despesa desse valor o remove das contas a receber, de modo que não faz mais parte do dinheiro que uma empresa espera receber.

Quais as semelhanças?

A semelhança mais aparente na comparação entre contas a receber e contas a pagar é que ambas são mostradas no balanço da empresa. Isso ocorre porque ambos desempenham papéis significativos no fluxo de caixa de uma empresa. 

Quanto mais forte o fluxo de caixa de uma empresa, mais estável sua posição financeira. Uma empresa deve gastar dinheiro com os itens necessários para permanecer rentável. A venda dessas coisas resultará em recebíveis. Com esse ciclo em mente, sem contas a pagar, pode não haver contas a receber para manter a organização produtiva e lucrativa.

Contas a pagar e contas a receber têm uma variedade de semelhanças e diferenças. Ficar em cima de ambos é a única maneira de garantir a saúde financeira da empresa. Por isso, contar com uma gestão financeira eficiente pode ser uma excelente alternativa para ter total controle de tudo o que entra e sai da empresa.

Ao se terceirizar a gestão financeira, o empresário passa a ter mais tempo para se dedicar ao crescimento do negócio, enquanto uma contabilidade especializada na área cuida de toda a área de contas a pagar e contas a receber. 

Aqui na Grantime Contabilidade temos uma equipe de especialistas na área financeira, que garantem que você tenha acesso aos resultados imediatamente. Isso ajuda as empresas a serem proativas ao tomar decisões criativas para permanecerem lucrativas e produtivas em qualquer situação.

Quer ajuda com as contas a pagar e contas a receber da sua empresa? Então entre em contato agora mesmo com nossos consultores e veja como a Grantime Contabilidade é a solução perfeita para o seu negócio.